Fortif3 Ver maior

Fortif3

EN165

Novo produto

Eliminar toxinas alimentares

Formato

Embalagem de 30 comprimidos

 

Benefícios

- Desenvolve uma ação direcionada no intestino delgado, ajudando a eliminar toxinas alimentares

- Reduz a formação de gás intestinal

- Auxilia as respostas fisiológicas do organismo

- Proteção biológica contra infeções causadas por bactérias patogénicas

Mais detalhes

16,00 €
incl. 23 % IVA

Mais informação

ALEGAÇÕES DE SAÚDE

Suplemento alimentar baseado em fermentos lácteos, ou também chamado de probióticos e pré-bióticos com extrato seco de Baobá. Combinado com Frutooligossacarídeos que favorece o equilíbrio da flora bacteriana intestinal.

INGREDIENTES

Agente estabilizante: celulose microcristalina, revestimento externo: cápsula de hidroxipropilmetilcelulose, Bifidobacterium breve (DSM 16604) 100 BILHÕES UFC / g, Bifidobacterium longum (DSM 16603) 100 BILHÕES UFC / g, Bifidobacterium bifidum (DSM 22892) 100 BILHÕES UFC / g, extrato seco de frutas de Baobá (Adansonia digitata L.), frutooligossacarídeos (FOS), Inositol; agentes antiaglomerantes: dióxido de silício e estearato de magnésio vegetal.

Constituintes ativados de acordo com o método espagírico.

CONTRAINDICAÇÕES

O produto é contraindicado em caso de hipersensibilidade a um dos constituintes.

EFEITOS SECUNDÁRIOS

Não detetado em doses normais. A sobredosagem pode causar distúrbios gastrointestinais menores.

PRECAUÇÕES

Manter fora do alcance das crianças. Não superar a dose diária recomendada. Os suplementos alimentares não se destinam a substituir uma dieta alimentar variada e diversificada, nem um estilo de vida saudável.

PRINCÍPIOS ATIVOS

BIFIDOBACTERIAS - São as bactérias "amigáveis" mais importantes encontradas no intestino delgado de adultos e crianças saudáveis. Estas bactérias diminuem com a idade e quando o estado de saúde começa a agravar. A população de Bifidobacterium bifidus que vive no intestino do ser humano pode ser destruído por vários fatores, como stress, dieta inadequada, obstipação, vacinas, resultados de antibióticos e terapias radiativas, variações climáticas, deficiências imunológicas e má digestão. Os vários papéis desempenhados pelas bifidobactérias podem ser resumidos da seguinte forma:

- Conferir proteção biológica contra infeções por bactérias patogênicas

- Lutar contra a formação de gás intestinal devido à bactéria, causando inchaço e meteorismo

- Produzir vitaminas do complexo B e outros

- Estimular o sistema imunológico com produtos de seu metabolismo

- Não podem ser assimilados e eliminam substâncias nitrogenadas, como amônia, nifritos, nitratos e toxinas, formadas por proteínas processadas putrefativas causadas pela presença de bactérias proteolíticas no intestino.

BAOBÁ

O fruto desta árvore tem excelentes propriedades antioxidantes, graças também ao alto teor de vitamina C, por isso seus benefícios são evidentes no fortalecimento do sistema imunológico e na neutralização da atividade dos radicais livres. A abundância de dieta de fibra é importante para o bom funcionamento do intestino, facilita o trânsito de alimentos, o equilíbrio da flora bacteriana e previne a obstipação. Em particular, a polpa do fruto baobá tem uma ação pré-biótica com efeitos estimulantes sobre o crescimento de bactérias saprófitas endógenas.

FRUTOS (F.O.S.)

Apoiam seletivamente o crescimento de bactérias benéficas e fazem parte de um grupo de compostos encontrados em frutas e matérias-primas, vegetais, como alcachofras, dentes-de-leão e chicória.

INOSITOL - É uma substância essencial para o organismo. Tem uma fórmula molecular idêntica à da glicose, mas com estrutura diferente, sintetizado a partir de glicose 6-fosfato (o primeiro produto da glicólise); o excesso é catabolizado e eliminado no nível renal. O inositol estimula a produção de lecitina no corpo, é anunciada pela sua alegada capacidade de reduzir a taxa de colesterol no sangue. A ação da lecitina é limpar as paredes das artérias dos depósitos lipídicos e transportá-las para o fígado (onde elas são parcialmente eliminadas através da bílis). Da mesma forma, o inositol impede que esse órgão acumule muitos lipídios e "engorde".